Arquivos da categoria: precisa

Onde estão todas as modelos de terceira idade?

 

Onde estão as modelos de terceira idade? E modelos de diferentes tamanhos, raças e religiões? A indústria da moda está se tornando mais inclusiva, mas ainda tem um caminho a percorrer

modelos jovens, super magras, com pele de porcelana, cabelos lustrosos e muitas qualidades que – vamos encarar – a maioria das mulheres não tem (às vezes, mesmo aquelas modelos, cujas vidas giram em torno de manter a imagem, na verdade, não têm isso).

Durante décadas, essa fórmula funcionou… provavelmente porque desejamos olhar dessa maneira, ou por padrões sociais que internalizamos ou que nos foram impostos. Mas, nos últimos anos, as mulheres estão se rebelando contra esses modelos de perfeição, buscando algo mais genuíno e mais próximo da nossa realidade. Embora ainda haja um longo caminho a percorrer, há um desejo de se identificar mais com as modelos em termos de idade, forma do corpo, raça e até religião e cultura.

Alguns chamam de modelos “reais”, mas eu confesso que não gosto desse termo, porque as modelos típicas não são exatamente extraterrestres. Não é culpa delas ganharem a loteria genética.

Onde está o meio?

Tendemos a falar mais do tipo de corpo. Hoje, a maioria das modelos precisa ter um peso saudável (o que, embora longe da média, ainda é um passo importante e o desejado pelas agências de modelos). E agora também há muitas modelos de tamanho maior conhecidas como modelos plus size que estão revolucionando a indústria da moda.

O caso mais emblemático é Ashley Graham, que é o rosto de várias marcas, foi co-anfitriã do concurso Miss Universo e até mesmo escreveu um livro no qual ela fala precisamente sobre como nós mulheres devemos nos amar como somos, com ou sem celulite (o que, a propósito, não tem medo de mostrar em seu Instagram).

No entanto, acho que ainda é uma questão muito polarizada: há moda para pessoas magras e moda para pessoas maiores. Mas e os que têm um peso médio ou regular? Em muitos países, somos a maioria. Onde estão as modelos de tamanho M?

Existe uma distribuição igualmente desigual quando se trata de idade. Por um lado, há meninas de 15 anos que promovem cremes hidratantes e, por outro lado, algumas (muito poucas) mulheres com mais de 60 anos comercializam cremes antirrugas. É ótimo que finalmente possamos superar as meninas de 20 anos que promovem produtos para combater sinais de idade que nunca tiveram, mas as mulheres de 30 a 50 ainda estão sub-representadas. E, ironicamente, somos nós que investimos mais em produtos de moda e beleza.

É quase como se o mundo do marketing estivesse sofrendo algum tipo de crise no meio da vida. Os comerciantes querem evitar essas décadas de “meia-idade” a todo custo em vez de olhar para os aspectos maravilhosos de uma época em que as mulheres ainda podem desfrutar de coisas que são típicas da juventude, mas de forma mais madura e na plenitude de sua independência econômica.

O que esta acontecendo aqui? Vários estudos sugerem que isso tem a ver com o fato de que as empresas de relações públicas e marketing são cada vez mais equipadas por executivos com idades compreendidas entre os 25 e os 28 anos, onde a diferença entre ser jovem e velho é parte de sua experiência e isso é levado ao extremo.

A favor da diversidade

Quanto à raça, não é nenhum segredo que a maioria das modelos é de cor branca. E nem todas as marcas fazem o que Benetton faz. Embora tenha havido um aumento nas modelos negras, a verdade é que elas ainda estão sub-representadas, assim como as latinas, as asiáticas e outras etnias. Elas tendem a ser segmentadas por países, mesmo em um mundo teoricamente globalizado.

É preciso fazer uma exceção com a Ásia, porque, neste continente, estudos mostram que as pessoas compram menos se houver modelos ocidentais na publicidade.

Quanto à religião, ainda um assunto tabu, ainda menos progressos foram feitos. No entanto, está começando a mudar. Na década de 1990, ninguém se perguntou se Naomi Campbell era judia ou se Cindy Crawford era católica. A fé das modelos pouco importava e não era algo que elas professassem. Mas, atualmente, as modelos muçulmanas, por exemplo, estão tomando seu lugar na moda e fizeram manchetes para aparecer nas passarelas com seus véus.

Isso porque é o estilo de vida que está marcando o tom, especialmente nas redes sociais, e isso também inclui crenças, os alimentos que as pessoas comem, como elas viajam, e até mesmo os tipos de pessoas com quem passam o tempo.

Trabalhando o interior

Definitivamente, há uma tendência crescente de aprender a apreciar a forma como olhamos e experimentamos isso. O conceito de beleza mudou em um movimento que se concentra em trabalhar seu interior e ser feliz com quem você mesmo para projetar um exterior “melhor”.

As mulheres chegam em todos os tamanhos, idades, tons de pele, origens culturais e religiões, então queremos ampliar o espectro e ver imagens de mulheres que refletem essa diversidade, mulheres com quem podemos identificar. Obviamente, a parte inspiradora continuará a desempenhar um papel fundamental (todas nós gostamos dessa auréola criativa e glamorosa de editores de revistas) e não há nada de errado com isso, mas ver mais rugas, curvas e cores de pele não seria ruim. Afinal, é o que vemos no espelho e, queridos designers de moda, estamos aprendendo a ser felizes com isso.

 

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Modelo nos anos 90, Fabiana Saba conta da fase em que passou do manequim 34 para o 44

Fabiana Saba (Foto: Deco Cury)(Foto: Deco Cury)

Comecei a trabalhar como modelo com 13 anos. Aos 15, já morava em Nova York e viajava o mundo fotografando. Sempre fui muito magra, cheguei a sofrer bullying por isso na escola. Tenho 1,76 m de altura e, nessa época, pesava 48 kg. Comia muito e não engordava. Malhar? Nem pensar.


Mas quando completei 21 anos comecei a engordar e resolvi fazer uma lipoescultura. Pouco tempo depois, conheci o Ralph, meu marido, que é nova-iorquino, e passamos a namorar a distância.


Nessa época, eu estava bem profissionalmente, trabalhando como apresentadora do Interligado Games e do Superpop, na Rede TV. Com o tempo, fama e dinheiro começaram a perder valor, porque sentia muita falta dele. Em 2002, o amor falou mais alto: larguei tudo para viver com ele em Nova York. Deu certo! Estamos juntos há 15 anos e casados há 12.


Meu marido é judeu, sou kardecista, minhas filhas frequentam uma escola quaker (grupo religioso surgido na Inglaterra no século 17, mas hoje mais concentrado nos Estados Unidos), a gente medita.


Converti-me ao judaísmo para casar e participamos de todos os feriados. Não somos quaker, mas escolhemos essa escola porque eles se preocupam em criar seres humanos íntegros e conscientes. As filhas do Obama estudavam num colégio similar em Washington. O que eu mais quero é criar um mundo bom para os meus filhos e criar bons filhos para o mundo.

Com Gisele Bündchen em um editorial da Vogue em 1995 (Foto: Arquivo Vogue)Com Gisele Bündchen em um editorial da Vogue em 1995 (Foto: Arquivo Vogue)

Falando em filhos, foi quando engravidei que engordei de vez. Foram 30 quilos na gravidez de Victoria, que hoje tem 9 anos, e 25 na de Rebecca, de 6. E eu não sabia emagrecer porque nunca tinha precisado fazer dieta.


Depois que as minhas filhas nasceram, já emagreci e engordei de novo muitas vezes, mas nunca cheguei perto de voltar a ter as medidas da época de modelo e apresentadora. Em termos de saúde, quando eu era magra comia muito mais besteiras, muito açúcar, não tinha massa muscular. Acho que peso mais de 70 kg agora, mas nunca mais subi numa balança. Números para mim não existem! Só sei que usava 34 e agora, 44. E é o que é.


Mas nem sempre foi assim. Só a partir do ano passado comecei a aceitar meu corpo e ver beleza fora do que é considerado padrão. Teve uma época em que não me sentia mais bonita para trabalhar, parecia que estava invisível. Muita gente vinha me perguntar: “Nossa, você está com o rosto lindo, por que deixou isso acontecer com o seu corpo?”. Ficava mal e comia mais.


Comecei a perceber que, se estivesse num resort, por exemplo, e encontrasse algum conhecido, não entrava na piscina com a minha filha por vergonha de mostrar meu corpo. Achava que meu marido me dava indiretas porque eu tinha engordado e ficava superbrava.


Quando me aceitei, percebi que era coisa da minha cabeça. Ficava mal-humorada, porque pensava que ele estava me olhando diferente. Às vezes não queria sair com o Ralph, não me sentia bem em nenhuma roupa e na minha cabeça ele concordava com isso.


Na verdade, meu marido só reclamou comigo porque estava preocupado com a minha saúde, já que tive pré-diabetes. Ele, por sua vez, se alimenta bem, corre todo dia. Está melhor agora do que há 20 anos quando nos conhecemos. É um tapa na cara!


No ano passado, comecei a postar fotos e textos mais reais no meu Instagram sobre meu cotidiano, minhas angústias, meus defeitos, e senti uma resposta muito positiva das mulheres que me seguiam. Isso ajudou a dar força para recuperar minha autoestima.


Acho que hoje as pessoas cansaram da perfeição, de um mundo que você não consegue alcançar porque, na verdade, ele não existe. Nessa mesma época, minha filha mais nova passou a estudar em período integral. E, pela primeira vez, senti vontade de voltar a trabalhar depois de todos esses anos sendo mãe 24 horas.


Foi quando uma amiga que trabalha nos EUA como modelo curvy (uma categoria abaixo do plus size) me convidou para ir até a agência dela. Na mesma hora eles me contrataram e, aos poucos, estou voltando a trabalhar.


Quando trabalhava como modelo no Brasil, não precisava mais fazer casting. E agora estou aqui, no começo, com meninas de 16 anos. E vou fazer 40 este ano. É difícil começar de novo. Meu marido tem me apoiado muito. Nunca me arrependi de ter largado tudo. Fiz isso não porque ele não queria que eu trabalhasse, e sim porque estávamos em países separados.


Veja: Agencias de Modelos


Com o Instagram e os primeiros trabalhos, senti uma resposta do Brasil que eu não esperava. Pelo contrário, achei que sofreria muitas críticas, estava preparada para elas, mas fui recebida de braços abertos. O que prova o quanto as pessoas estão preparadas para a diversidade de corpos.


Este novo momento me levou a criar, em março passado, junto com a minha amiga e modelo curvy Natalia Novaes e a também modelo Luma Grothe, o Todas Juntas, programa de empoderamento feminino no YouTube, feito parte no Brasil, parte nos EUA.


Feminismo é ter liberdade de escolha, e é isso que tentamos mostrar. A mulher que quer ser só mãe não tem que julgar a que não quer ter filhos, e assim por diante. Depois de nove anos, usei biquíni – e postei –- pela primeira vez no verão passado. Fiz as pazes com o espelho. Amo comer. Sou feliz comendo e tudo bem.


Não tenho vontade de emagrecer, só tenho vontade de ficar durinha. Não quero ter celulite, ficar flácida. Até estou me animando mais para malhar. Esse mundo de modelos plus tem mulheres maravilhosas. Se você tem que se matar para ter um peso, isso não é saudável.



Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Príncipe Harry fez terapia para sair do ‘caos’

Príncipe Harry (Foto: Getty Images)Príncipe Harry (Foto: Getty Images)

A vida de um príncipe parece muito mais fácil do que é na realidade. Recentemente, o príncipe Harry comentou sobre como precisou fazer terapia depois de passar por alguns anos ‘cheios de caos’, há algum tempo.


Agora com 32 anos, o irmão do príncipe William disse que está bem, mas que a vida pública e a morte da sua mae aos 12 anos tiveram um efeito e tanto na sua vida profissional e na sua saúde mental.


“Eu passei a maior parte da minha vida falando ‘Eu estou bem’… E muitos de nós não estão prontos para ir tão fundo assim. Então, hoje eu falo ‘Estou ok. Estou um pouco nervoso. Eu estou com um pouco de aperto no peito, mas fora isso está tudo bem’”, comentou no podcast Mad World.


Harry, que atualmente namora a atriz Megghan Markle, comentou que por muito tempo evitou pensar na mãe e em tudo o que aconteceu quando era mais novo porque achava que não fazia sentido remoer acontecimentos passados, mas o efeito foi o contrário: evitar olhar para os seus sentimentos fez com que ele se fechasse para o mundo e não aprendesse a lidar de maneira saudável com o que sentia e com as pressões de uma vida pública. Não à toa, a juventude do príncipe foi marcada de polêmicas.


Por isso, quando tinha 28 anos, ele decidiu procurar ajuda com um profissional e recebeu todo o apoio do irmão e sua família. Harry passou a se encontrar com um terapeuta e usou o boxe como uma forma de extravasar. E o resultado indica, até mesmo, que ele pensa em levar o seu relacionamento com Meghan para o próximo patamar.


“Por causa do processo pelo qual venho passando nos últimos 2, 3 anos, eu agora consigo levar o meu trabalho a sério, levar a minha vida pessoal a sério e colocar todo o meu esforço naquilo que realmente faz a diferença”, disse. “Não importa quem você é, a conversa precisa ser o começo dessa mudança”.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Saiba como a cafeína pode ajudar no emagrecimento

A cafeína pode ser consumida antes da atividade física para aumentar o rendimento (Foto: Thinkstock)A cafeína pode ser consumida antes da atividade física para aumentar o rendimento (Foto: Thinkstock)

A cafeína é uma das substâncias mais antigas e consumidas do mundo para aumentar a potência física e mental. Seu alto consumo se deve, sem dúvidas, a facilidade em acha-la, seja em cafés, cápsulas, alimentos e até em suplementos para perda de peso. Ela possui várias ações no organismo, como estimulação do sistema nervoso central, lipólise, diurese, melhora capacidade respiratória e muscular.


A cafeína pode melhorar a performance por vários mecanismos. No sistema nervoso central, por exemplo, aumenta nosso estado de alerta, estimulando a circulação sanguínea e o funcionamento cardíaco. Ela pode também facilitar a liberação de cálcio dos seus locais de armazenamento no músculo esquelético, estimulando a contração muscular e podendo aumentar a massa muscular (já sabemos que mais músculo é igual a metabolismo mais acelerado que é igual a emagrecimento!). Ela tem a capacidade de poupar glicogênio durante a atividade física, por elevar as taxas de gordura (ácidos graxos) no sangue (manda embora as gordurinhas).


Porém o mais conhecido e desejado efeito da cafeína para o emagrecimento é o termogênico e lipolítico (quebra de gordura), consequentemente age “derretendo” as gordurinhas. Realmente são muitos os efeitos da cafeína no organismo e existem estudos que mostram inclusive ação na redução de apetite. Ela pode ser consumida durante o dia com objetivo de acelerar o metabolismo ou ser consumida antes da atividade física para aumentar o rendimento. Mas cuidado: se o treino for à noite, pode prejudicar o sono. Fique atenta também ao consumo excessivo de carboidrato porque ele pode inibir o efeito da cafeína, reduzindo a liberação de gordura (ácidos graxos) no sangue.


Enfim, a cafeína há muitos anos vem sendo sempre muito estuda e suas ações no emagrecimento também. Hoje os  efeitos que causa no organismo já são melhores compreendidos pela ciência. Sabemos sim que seu uso pode trazer ótimos benefícios, mas também precisamos nos atentar aos possíveis efeitos colaterais dependendo da forma como for usada, da dose e da quantidade.


Alguns efeitos colaterais são rubor facial, ansiedade, tremores, insônia e até mesmo arritmias cardíacas. Por isso, sempre que pensar em consumir a cafeína ou qualquer outro suplemento, consulte seu médico. O que para alguns pode ser ótimo e trazer inúmeros benefícios, para outros pode ser extremamente prejudicial ou até mesmo fatal.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Isabeli Fontana posa de lingerie: “gosto de me sentir sensual”

Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)

Considerada uma das modelos mais sexy do mundo,  a modelo Isabeli Fontana levou seu nome para uma linha de lingerie, lançada em 2016 em parceria com a Morena Rosa Intimates. Desta vez, a top apresenta a mais nova coleção da parceria inspirada no glamour dos anos 20 e com perfume rocker (que ela tanto adora!).


São 22 modelos, divididos em três linhas: “Velour” (com peças com detalhes de veludo, recortes e rendas franjadas), “Izzy” (traz corsets e itens com transparências que evocam um clima noir); e “Basic” (lingeries básicas pensadas para o dia a dia). Em entrevista exclusiva, Isabeli comenta sobre a novidade e mostra em primeira mão as peças no making of da campanha feita por Gui Paganini, com styling de Daniel Ueda e beleza by Daniel Hernandez.

Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)

O que não pode faltar em uma lingerie perfeita?
Primeiramente o conforto e segundo a segurança de estar vestida com algo de qualidade, seja no tecido ou na qualidade da renda.


O que pensou na hora de criar a nova coleção?
No bem estar da mulher! Eu gosto de me sentir sensual.


Qual o modelo de lingerie que você se acha mais sexy?
No momento estou apaixonada pelo veludo lavado que está em alta.


Vale usar calcinha bege no dia a dia?
Calcinhas beges uso no dia a dia por não marcar nenhuma roupa. Optei em ter na linha Basic da minha coleção alguns modelos.

Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)

Como ser sexy sem ser vulgar usando lingerie aparente no dia a dia?
Use lingerie aparente com uma blusa de renda ou algum tecido com transparência. Mas atenção: nunca use lingerie muito apertada, pode ficar vulgar!


É mais difícil posar para uma campanha usando apenas lingerie?
Se torna difícil por ter o corpo 100% amostra, mas imagino que estou de biquíni para me sentir confortável.


Qual o segredo para manter o corpo em dia para posar para uma campanha de lingerie?
Primeiro de tudo tenho uma alimentação consciente. Procuro não comer nada que prejudique a minha rotina de exercícios físicos. Sempre estamos trabalhando com o corpo, para fotografia você precisa sempre esta preparada. Faço exercícios para tonificação dos músculos e bebo bastante água.


Você se sente 100% feliz com seu corpo atualmente?
A mulher nunca está feliz 100% rss.. Por isso trabalho pra ficar 90%, que já está de bom tamanho.


Qual o modelo favorito do Di Ferrero?
Ele ama a linha que tem elásticos com várias hot pant. Uso todas com ele.

Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)Isabeli Fontana para Morena Rosa (Foto: Divulgação)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Wanessa Camargo posa de lingerie e confessa: “tenho milhões de ‘encucações’ com meu corpo”

Wanessa Camargo para Nayane Rodrigues (Foto: Divulgação)Wanessa Camargo para Nayane Rodrigues (Foto: Divulgação)

Cantora e compositora, Wanessa Camargo também faz as vezes de modelo – mesmo não tendo a altura habitual para quem está no mercado fashion. Ela foi eleita para ser a estrela da nova campanha da Nayane Rodrigues Lingerie e fotografou para a grife em Aquiraz, praia do litoral cearense.


“Não sou uma modelo, tenho só 1,60m. As agências de modelos jamais me aceitariam. Não tenho corpo perfeito, já tive dois filhos. Ou seja, tenho milhões de ‘encucações’ com meu corpo, mas aprendi a me gostar do jeito que sou”, diz a cantora.


Para ela, o mais bacana da grife é a postura de valorizar também as gordinhas. “Muitas lojas esquecem que nós também precisamos nos sentir confortáveis e sensuais”, dispara.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Verde: Como usar a cor do ano na maquiagem de 6 jeitos cool

Verde greenery: Como usar a cor do ano na maquiagem (Foto: Andrea Dematte)Verde greenery: Como usar a cor do ano na maquiagem (Foto: Andrea Dematte)

O verde greenery é a cor deste ano. Então, que tal apostar na cor também na hora da maquiagem, hein? Aqui, a maquiadora Juliana Rakoza ensina algumas maneiras de usar o verde em produções com foco nos olhos + batons nudes + pele perfeita. E tem opção para todos os gostos – para quem prefere um toque de cor mais discreto, um pouco mais ousado e até para quem ama a mania do momento e quer de jogar no glitter.


Eleja a sua!


1- Verde para as + discretas!

Verde greenery: Como usar a cor do ano na maquiagem (Foto: Andrea Dematte)Verde greenery: Como usar a cor do ano na maquiagem (Foto: Andrea Dematte)

“Para quem quer só um toque de cor na maquiagem. Vale apostar em pele bem iluminada, blush de contorno bronze, correção de sobrancelha e batom nude terroso. Nos olhos, pigmento molhado verde clarinho. Aplique em toda a pálpebra móvel até o concâvo e esfume. Embaixo, na linha dos cílios, lápis verde escuro. Dentro da linha d’água lápis bege claro pra abrir o olhar”, ensina Ju.


2- Delineado preto + toque de verde

Verde greenery: Como usar a cor do ano na maquiagem (Foto: Andrea Dematte)Verde greenery: Como usar a cor do ano na maquiagem (Foto: Andrea Dematte)

“O delineado gráfico poderoso ganha um toque do verde na linha dos cílios inferiores, com lápis e sombra verde por cima. O restante do visual é básico: pele iluminada e contornada + boca mais neutra. Se quiser, vale ousar e colocar um batom vermelho. Fica ótimo”, aconselha a maquiadora.


3- Delineado preto + delineado verde ousado

Verde greenery: Como usar a cor do ano na maquiagem (Foto: Andrea Dematte)Verde greenery: Como usar a cor do ano na maquiagem (Foto: Andrea Dematte)

“A base é o look anterior, que ganha um ar mais ousado. Complete o visual com um ponto luz no canto interno dos olhos. Use um glitter furta-cor. Complete o delineado com uma linha verde de glitter que vai por cima do delineado preto. Para ficar cool, não precisa completar o traço até o fim dos olhos. Deixando a pontinha apenas com o traço preto”, ensina Ju.


4- Para brilhar: verde esfumado + glitter como iluminador

Verde greenery: Como usar a cor do ano na maquiagem (Foto: Andrea Dematte)Verde greenery: Como usar a cor do ano na maquiagem (Foto: Andrea Dematte)

“Para o visual, abuse do pigmento verde na pálpebra movel e linha dos cílios infefior e do glitter, que vai no cantinho interno dos olhos e também faz as vezes de iluminador. O tom de boca é mais rosadinho para esquentar o look. Pele bem contornada e lápis bege ou branco para abrir o olhar completam o visual, que tem um toque de sereismo por causa dos tons furta-cor”, explica a expert.


5- Se joga no glitter: Olho verde pesado + iluminador caprichado

Verde greenery: Como usar a cor do ano na maquiagem (Foto: Andrea Dematte)Verde greenery: Como usar a cor do ano na maquiagem (Foto: Andrea Dematte)

“Para quem ama glitter, aqui a dica é fazer um degradê que passa pelo verde mais claro até um verde folha, Fiz uma camada de pigmento verde + glitter. Anote o truque: é possível conseguir o efeito usando cola para cílios. Como o produto seca muito rápido, tem que aplicar o glitter imediatamente. Então, faça por partes. A boca é mais neutra e pele de linda. Abuse também do glitter em dois tons como ilumidador”, aponta Ju.


6- Verde glossy e ultrasexy

Verde greenery: Como usar a cor do ano na maquiagem (Foto: Andrea Dematte)Verde greenery: Como usar a cor do ano na maquiagem (Foto: Andrea Dematte)

“Aqui, o tcham é usar a base da maquiagem anterior, mas ousar mesmo na hora da finalização. O degradê ganha um ar sexy graças à aplicação de gloss nas pálpebras. O efeito glossy é cool e é a última tendência no mundo da beauté. Aposte!”, finaliza a maquiadora.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Wearables emocionais: Conheça as roupas que podem medir e melhorar seu humor

Wearables: Não precisa ser tão literal assim... (Foto: Getty Images)Wearables: Não precisa ser tão literal assim… (Foto: Getty Images)

Você sabe o que são wearables? A palavra que virou queridinha no mundo da moda e da tecnologia é usada para se referir a gadgets “vestíveis”, ou seja, roupas que usam a tecnologia para deixar mais fácil ou mais prazerosa a vida e a experiência de quem usa.


Antes restritos apenas a nichos, os wearables têm ganhado mais espaço no closet das pessoas. E não é só coisa de start-up do Vale do Silício. A Levi’s, uma das marcas de jeans mais famosas do mundo, lançou no South by Southwest (SXSW) deste ano uma jaqueta com função touchscreen no punho das mangas. Batizada de Jacquard, a peça é uma parceria com o Google que permite trocar de música, atender ligações e te dar direções direto no fone de ouvido – tudo isso sem pegar no celular.


Outro tipo cada vez mais popular de wearable são os emocionais, que ajudam a medir e mapear nosso humor. “A indústria de tecnologia está se unindo a empresas de dados para desenvolver cada vez mais a moda wearable, que, apesar de high tech, pode nos ajudar a desacelerar”, explica Nicola Belli, diretor de inovação da Safilo, que está desenvolvendo o Smith Lowdown Focus, óculos com sensores que leem a atividade cerebral e ajudam a descansar a visão e a relaxar. “De acordo com os sinais emitindo para o cérebro, o acessório desenvolve atividades de relaxamento e aumentar nossas funções mentais”, completa Belli.

Smith Lowdown Focus, da Safilo (Foto: Divulgação)Smith Lowdown Focus, da Safilo (Foto: Divulgação)O Smith Lowdown Focus tem um sensor na haste (Foto: Divulgação)O Smith Lowdown Focus tem um sensor na haste (Foto: Divulgação)

Falando em wearable, lembra do anel que foi hit nos anos 90 e mudava de cor conforme a temperatura do corpo? Então, pense em uma versão high-tech: o Moodmetric é exatamente isso. Aliado a um aplicativo para smartphone, ele é capaz de medir seu nível de stress e, depois de um período de 2 a 8 semanas, oferece insights como os horários de pico e as situações em que seu nível de irritação ou ansiedade aumentaram.

Moodmetric: anel que ajuda a medir seu humor (Foto: Reprodução)Moodmetric: anel que ajuda a medir seu humor (Foto: Reprodução)Moodmetric: anel que ajuda a medir seu humor (Foto: Reprodução)Moodmetric: anel que ajuda a medir seu humor (Foto: Reprodução)

 


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Moda no Estadao Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Travesti na novela das 9, Silvero Pereira se sente bem como homem ou mulher

Silvero Pereira fala sobre Nonato de A Força do Querer e as questões LGBT (Foto: Globo/Maurício Fidalgo)Silvero Pereira fala sobre Nonato de A Força do Querer e as questões LGBT (Foto: Globo/Maurício Fidalgo)

Silvero Pereira se define como uma pessoa que não gosta de se “encaixotar”. Livre de preconceitos e firme em suas opiniões, ele não deixa que ninguém o coloque para baixo. “Ser chamado de ‘viado’ e ‘traveco’ para mim é motivo de orgulho”, diz ele em entrevsita. Cearense de Mombaça, uma cidade de 50 mil habitantes, o ator de 35 anos – filho de operário e mãe lavadeira – é casado há nove com um dramaturgo, mas teve várias namoradas na adolescência.  


Foi pensando em defender atores transexuais e travestis que Pereira montou a companhia teatral AsTravestidas. Defensor dos direitos da comunidade LGBT, ele acredita que é preciso lutar por leis que defendam a todos: “Se não, vamos acabar revelando que o Brasil se finge democrático e libertário, mas é assassino e violento.”


Como tem sido a repercussão de seu personagem na novela?
SILVERO PEREIRA Faço teatro há 18 anos. Construí uma trajetória artística e política muito importante. Há 15 anos, me dedico às questões LGBT, de travestis, transexuais e transformistas, e  ganhei notoriedade, mas, claro, tudo isso está muito longe do que uma novela das 9 consegue proporcionar. Não consigo mensurar o tamanho disso tudo. Estou em cartaz em São Paulo com a peça “Brtrans“, e, outro dia, andando pela Avenida Paulista, pela primeira vez as pessoas me abordam para falar sobre o Nonato, meu personagem na novela. Nas redes sociais, tenho um Instagram bem ativo e, às vezes, entro ao vivo. Quando isso acontece, sempre aparece uma pessoa que decide me agredir. Reajo politicamente.


O que chama de reagir politicamente?
PEREIRA – Quando tentam me chamar de “viadão”, “traveco”, palavras que podem ser consideradas depreciativas e insultos, eu rebato dizendo que, para mim, elas são motivo de orgulho, adjetivos bem positivos. Esse tipo de atitude faz com que eu acabe levantando essa bandeira para outras pessoas que, no dia a dia, são agredidas e até espancadas. Costumo dizer: “Respondam [às agressões] e se sintam orgulhosas pelo que são”. É muito fácil julgar uma travesti que está na esquina se prostituindo. Mas qual a história dela? Precisamos nos aprofundar nessas questões, sair da superficialidade para entender o que ela sofreu desde criança. Ela está na rua tentando sobreviver.

Leandra Leal e Silvero Pereira na Parada do Orgulho LGBT, neste domingo (18) (Foto: Reprodução Instagram)Leandra Leal e Silvero Pereira na Parada do Orgulho LGBT, neste domingo (18) (Foto: Reprodução Instagram)

Quando decidiu ser ator?
PEREIRA – Minha irmã Cristiana e eu costumávamos brincar de show de calouros. Desde pequeno, gostava de me fantasiar. Trancado no banheiro, me sentia seguro para me expor, pois, sozinho, podia brincar com minhas fantasias. Alguns amigos na infância, principalmente as meninas,  compreendiam minha inclinação para as artes e participavam das minhas invenções. Mas só fui saber o que era teatro quando me mudei para Fortaleza, aos 17 anos. Quando assisti a primeira peça de teatro, descobri o que queria fazer na vida.

Silvero vive a travesti Elis Miranda em A Força do Querer (Foto: Fábio Rocha/TV Globo)Silvero vive a travesti Elis Miranda em A Força do Querer (Foto: Fábio Rocha/TV Globo)

Quando você contou à sua família que era homossexual?
PEREIRA –
Esse sempre foi um assunto difícil de falar com minha família, mas, de maneira natural, eles compreenderam que não podiam exigir de mim questões heteronormativas. Não podiam exigir namoradas, casamento, filhos, algo que eles tentaram  durante minha adolescência. Depois que me reconheci de fato, não permiti que ninguém interferisse em minha construção. 


Você se relacionou com meninas?
PEREIRA – Durante toda a minha adolescência, todas as minha relações foram com meninas. Primeiro namorei meninas; depois, passei a me relacionar com garotos. Foi um processo natural. Não gosto de me encaixotar na obrigação de me definir homossexual, bissexual. Gosto muito mais da liberdade de ser, do que da obrigação de definir. Essa é uma frase que tenho usado sempre. Hoje, aos 35 anos, sou feliz com minha identidade. Não me privo dos meus desejos, sejam eles por homens ou por mulheres. Permito que esses desejos aconteçam e, se tiver que ser por homem ou por mulher, que seja bem bonito para mim.


Como os travestis eram tratados em sua cidade natal?
PEREIRA – uma história muito perturbadora da minha infância: Há uma travesti em minha cidade, que mora lá até hoje, chamada Barbosinha. Sempre me disseram que ela tinha uma doença e eu não deveria me aproximar. Era uma espécie de lenda urbana que dizia que a gente não podia ter contato com a Barbosinha. Quando saí da minha cidade, eu era transfóbico. Fui obrigado a não gostar de Barbosinha, a pensar que ela era quase um bicho.  Mas, apesar de eu não ter compreensão sobre sexualidade e identidade de gênero, sentia interesse por esses temas, mesmo sem saber ainda me encaixar. Foi no teatro que compreendi que as pessoas tinham me feito pensar tudo errado.


Você sofreu preconceito no início de sua carreira?
PEREIRA – Sim, por fazer trabalhos para travestis. A classe artística começou a dizer que eu não era era ator, que deveria virar transformista e seguir os passos de minhas colegas nas boates. Mas enfrentei tudo e hoje digo: “Vocês estavam errados”. Hoje, há travestis que trabalham como  funcionárias públicas, são casadas, respeitadas. Claro que ainda existem muitas que são marginalizadas, mas o cenário é bem diferente de quando eu era mais jovem.


Por que você montou a companhia de teatro As Travestidas?
PEREIRA – Estamos num movimento muito bonito rumo à representatividade nas artes cênicas e me considero alguém que, de fato, contribuiu para esse movimento. Há 15 anos, no Ceará, acompanhei muitas amigas artistas largarem o teatro para trabalhar apenas em boates. A construção do meu grupo foi uma luta política, de resistência, para que as meninas voltassem ao  teatro. No grupo, temos três transexuais graduadas em artes cênicas. Somos em 12 integrantes e tem de tudo: hétero, homo, bi,  fluido de gênero, travesti, transexual e transformista.


O que falta para o seu grupo se multiplicar?
PEREIRA – Políticas públicas em defesa das questões LGBT. A área artística está à frente de outros setores. É preciso que as pessoas reconheçam que o Brasil é o país onde se mata mais travesti e trans no mundo. Não há políticas em defesa dessa comunidade. O Brasil se finge democrático e libertário, mas é assassino e violento.


Na TV, você prefere se ver como Elis ou Nonato?
PEREIRA – Me sinto tão feliz de barba quanto de cabelo comprido e usando vestido. O masculino é uma coisa que me interessa, me excita e me deixa feliz. Mas o feminino é algo que me comove, mexe comigo. Me sinto feliz das duas formas. Até uns 30 anos, me sentia confuso sobre a masculinidade, a feminilidade, mas agora transito normalmente. O teatro foi minha terapia e me ajudou intensamente a resolver essas questões.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Moda no Estadao Folha de S.Paulo Portal G1 SPFW Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Top plus size Ashley Graham mostra curvas em campanha de moda praia

Ashley Graham (Foto: Reprodução Instagram)Ashley Graham (Foto: Reprodução Instagram)

Uma das modelos mais aclamadas do momento, Ashley Graham posou só de maiô para a nova campanha da Swimsuits For All e arrancou uma chuva de elogios dos seguidores no Instagram. Com um modelo cavado nas laterais e decotado, a top exibiu as curvas em um clique sensual.


“Absolutamente linda e gostosa”, escreveu uma seguidora. “Sexy”, “Amaravilhosa”, “Minha modelo preferida”, acrescentaram outros. Ashley foi eleita na semana passada uma das 100 pessoas mais influentes do ano de 2017 pela revista “Time”. Única modelo da lista, ela mostra que a moda precisa urgentemente adotar novas diretrizes.


Aos 29 anos, a norte-americana já fez história ao se tornar a primeira modelo “fora dos padrões” ao posar de biquíni para a capa da edição de verão da revista esportiva “Sports Illustrated”. Depois disso, viu seu nome estampado nas principais publicações de moda do mundo. Com 4 milhões de seguidores no Instagram, ela é definitivamente a top da vez!


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model